Em nenhuma hipótese as orientações e dados divulgados devem substituir aquelas recomendadas individualmente pelo seu médico assistente.
Diminuir letra Aumentar letra
INFORMAÇÕES SOBRE O SEU CORAÇÃO

Como enfrentar o Diabetes - Parte 2
Dr. Fernando Lucchese

 

O check-up do Diabético

• Verificar a pressão arterial, as gorduras no sangue (colesterol) e os níveis de glicose.
• Examinar os pés, observando possíveis sinais de irritação cutânea, vermelhidão, calos, bolhas e unhas encravadas.
• Realizar um teste ergométrico, também conhecido como eletrocardiograma de esforço.
• Verificar os níveis de glicose e da hemoglobina glicosada.
• Fazer revisão oftalmológica

Dicas importantes sobre atividade física

• Inicialmente, começar a prática da atividade três vezes por semana, intercalados por dias de repouso, até evoluir para atividades diárias.

• A intensidade de atividade física deve ser prescrita através da interpretação dos resultados dos exames, em especial do eletrocardiograma de esforço. Entretanto, até que o check-up seja realizado, é possível utilizar a fórmula abaixo para determinar a Freqüência Cardíaca máxima para a faixa etária:

FC máxima = 220 – idade
Exemplo para uma pessoa de 40 anos = 220 – 40 anos = 180 batimentos por minuto (bpm).

• Exercitar-se entre 50 e 65% da FC máxima nas primeiras seis semanas e, depois disso, avançar progressivamente até os 75% para manter uma boa margem de segurança.

• Não exercitar-se em percentuais superiores a 85% da máxima freqüência cardíaca atingida no teste ergométrico, mesmo que bem condicionado fisicamente e com os exames interpretados.

• Sob orientação de profissional, respeitar os períodos de aquecimento, realizar os exercícios de formação corporal, a atividade aeróbia e os exercícios de volta à calma, que podem ser os alongamentos.

• Não fazer exercícios físicos em jejum

• Até se conhecer melhor, fazer medidas antes, durante e após os exercícios.

• Evitar atividades físicas quando a glicemia estiver acima de 300mg/dl ou abaixo 100mg/dl.

• Medir a pressão arterial regularmente durante os exercícios.

• Em dias de muito calor, beber 500ml de água antes dos exercícios e, a cada 15 minutos, repor mais 250ml.

• Usar roupas leves e confortáveis

• Jamais usar, com o objetivo de alcançar maior transpiração ou perda de calorias, sacos plásticos em volta do abdômen ou roupas de nylon, que dificultam a dissipação do calor e, portanto, elevam a temperatura corporal.

• Ter sempre consigo alimentos, como barras de cereais com açúcar, para tratar a hipoglicemia, caso ela ocorra.

Medidas ideais de glicose no sangue

Antes das refeições
Não diabéticos: menos de 115mg/dl
Diabéticos: de 80 a 120mg/dl

Antes de dormir
Não diabéticos: menos que 120mg/dl
Diabéticos: de 100 a 140mg/dl

Duas horas após as refeições
Não diabéticos: 120mg/dl
Diabéticos: 140mg/dl

Hipoglicemia ou hiperglicemia, como medir e controlar?
 
• Algumas pessoas precisam medir a glicemia várias vezes por dia, outras nem todos os dias.

Hiperglicemia

• Verificar freqüentemente os níveis de açúcar no sangue.
• Intensificar os cuidados quando o diabético estiver com alguma doença, como, por exemplo, uma infecção.
• Procurar um médico imediatamente, se apresentar glicemia superior à 300mg/dl em dois testes seguidos, pois pode haver a necessidade de mudar de insulina, de medicamentos orais ou alterar dieta alimentar.
• Uma caminhada leve pode ajudar a baixar os níveis de glicose no sangue, quando não há outra doença associada e maiores complicações.

Hipoglicemia

• Tratar a hipoglicemia nos primeiros sinais de baixa da glicose no sangue.
• Para uma solução imediata, comer ou beber qualquer coisa que contenha açúcar e outro tipo de nutriente (como uma barra de cereal), para garantir que a glicemia não voltará a cair na próxima hora.
• Ter regularidade nos horários para alimentar-se. Um suco de laranja, um copo de leite ou um refrigerante comum já amenizam o problema.

Prevenindo o diabetes

• Está comprovado que os dois tipos de diabetes podem ser prevenidos. Isso implica em disciplina e envolvimento.

• O primeiro passo na prevenção da doença é conhecer os fatores de risco e eliminar aqueles que dependem de nossa vontade, como.
- Realizar o controle do peso através de dietas balanceadas.
- Reduzir os níveis de gordura no sangue e a pressão arterial.
- Reduzir os níveis de stress.
- Praticar atividade física regular, que pode significar a redução do aparecimento dos dois tipos de diabetes e o desenvolvimento da doença.

Sobre os tipos de insulina

• A insulina disponível em farmácias e lojas especializadas pode ser de ação rápida, regular, intermediária e de longa duração
• Consultar o médico sobre locais de aplicação, manuseio da seringa e armazenamento da insulina.

 

Os assuntos abordados neste texto são amplamente detalhados e ilustrados no livro DESEMBARCANDO O DIABETES, da LP&M editora e de autoria do Dr. Fernando Lucchese.