Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

06/08/2017
Pesquisa revela que terapias recreativas ajudam na recuperação pós-AVC

music.jpg

Crédito da imagem: Internet

Métodos terapêuticos recreativos, como música e equitação, proporcionam ganhos significativos em pacientes que sofreram acidente vascular cerebral.

Um estudo realizado na Suécia e publicado no periódico Stroke, da American Heart Association, demonstra que terapias alternativas podem contribuir com a recuperação a longo prazo de pessoas que tiveram um AVC.

Segundo os pesquisadores, embora os principais avanços na reabilitação sejam percebidos nos seis meses seguintes ao evento vascular, tratamentos de longo prazo podem trazer benefícios à função mental e física.

Neste estudo, 123 pacientes que haviam sofrido AVC há no mínimo 10 meses e no máximo 5 anos antes do início da pesquisa foram divididos aleatoriamente em três grupos – de música e ritmos, de equitação e de tratamento convencional.

As terapias de música e equitação incluíam duas sessões semanais planejadas para promover o bem-estar físico, social e emocional. Após três meses, a percepção de recuperação dos participantes destes dois grupos aumentou até dez vezes em comparação com aqueles que receberam somente cuidados padrão.

Os pesquisadores também descobriram que a música e a equitação ajudaram a melhorar o equilíbrio, a força e a memória dos pacientes, ganhos que foram mantidos mesmo um ano após o período de terapia. 

Conforme os autores, os resultados confirmam que a reabilitação de longo prazo pode levar a uma melhora significativa na saúde de quem sofreu um AVC. Eles esperam que novas pesquisam busquem compreender a efetividade de diferentes tipos de terapias para estes pacientes.