Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

04/06/2018
OMS publica alerta mundial para associação entre tabaco e infarto

tabaco.jpg

Crédito da imagem: Reprodução/Internet

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o tabaco mata 3 milhões de pessoas todos os anos por doença cardiovascular. A informação está em relatório divulgado pela entidade na última semana.

As doenças cardiovasculares incluem condições que afetam diretamente o coração, como o infarto, mas também outras doenças associadas à circulação do sangue, como o Acidente Vascular Cerebral, também conhecido como derrame.

Segundo o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, o objetivo é esclarecer que os prejuízos do cigarro para a saúde vão além do câncer.

Conforme a Organização, o uso do tabaco diminuiu desde os anos 2000, especialmente após a adoção de leis antifumo – aprovada em 2011 no Brasil. Em 2000, 27% da população mundial fumava. Em 2016, o número caiu para 20%.

No entanto, a entidade afirma que a redução deve ser analisada com cuidado. Apesar da queda percentual, o número de tabagistas permanece igual, com 1,1 bilhão de fumantes no mundo, aspecto que pode ser explicado pelo crescimento populacional. Outro dado a ser considerado é que o número de fumantes cresce em países de baixa renda. 

O relatório informa também que o tabaco contribui para 7 milhões de mortes por causas variadas todos os anos e é o principal fator de risco para doenças cardiovasculares.

O alerta da OMS enfatiza as doenças cardiovasculares porque levantamentos apontam para a falta de conhecimento dos múltiplos riscos à saúde associados ao tabaco. A maioria das pessoas relaciona somente ao câncer de pulmão. 

Países-membros da OMS têm o compromisso de redução de 30% do consumo de tabaco até 2025 em pessoas com 15 anos ou mais. No entanto, o relatório indica que, se a tendência seguir na trajetória atual, o mundo só alcançará uma redução de 22% até 2025.

31 de maio marca o Dia Mundial Sem Tabaco. Dados atualizados da Organização Mundial da Saúde demonstram que, em todo o mundo, 24 milhões de crianças entre 13 e 15 anos fumam cigarros (17 milhões de meninos e 7 milhões de meninas). Ainda, cerca de 4% das crianças de 13 a 15 anos (13 milhões) usam produtos de tabaco sem fumaça (como o cigarro eletrônico e narguilé).