Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

26/11/2017
Novo estudo ressalta os efeitos positivos das oleaginosas para o coração

oleaginosas.jpg

Crédito da imagem: Shutterstock

Publicada no Journal of the American College of Cardiology, a nova pesquisa afirma que comer nozes, castanhas, avelãs e amendoins duas ou mais vezes por semana pode reduzir o risco de doenças cardíacas em até 23%.

Realizada pela Universidade Harvard, nos Estados Unidos, a análise mostra que consumir oleaginosas reduz em 15% as chances de desenvolver doenças cardiovasculares e em 23% o risco de doença arterial coronariana.

Os pesquisadores acompanharam cerca de 210 mil pessoas durante 32 anos, reunindo, através de questionários aplicados a cada dois anos, informações sobre histórico de saúde, estilo de vida, alimentação e doenças. A partir dos dados médicos, eles identificaram 14.136 casos de doenças cardiovasculares, 8.390 de doença arterial coronariana e 5.910 casos de acidente vascular cerebral (AVC), alguns deles fatais.

Conforme os autores, as descobertas reforçam as recomendações de uma alimentação saudável que inclua uma maior ingestão de variedades de nozes, amendoins e castanhas como forma de reduzir o risco de doenças crônicas.

O estudo considerou somente o consumo de oleaginosas cruas e não processadas, sem acréscimo de produtos como sal e açúcar. Os pesquisadores ressaltam que é fundamental fazer essa diferenciação ao escolher nozes, amendoins e castanhas para fazer parte da dieta.