Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

06/07/2010
Idosos com nível alto de testosterona têm mais chances de problemas no coração

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos indica que homens idosos com índices altos de testosterona (o hormônio ligado à manutenção das características masculinas) correm mais riscos de terem problemas cardíacos. De acordo com os pesquisadores da Universidade da Califórnia, os resultados mostram que, no futuro, a medição desse composto corpo será usada para determinar as chances de o homem sofrer com doenças desse tipo.

No estudo, liderado por Kristen Sueoka, foram analisados 697 homens com ao menos 65 anos de idade. Foi coletado sangue dos voluntários e eles foram divididos em quatro grupos, de acordo com os níveis de testosterona encontrados. Os médicos, então, observaram durante quatro anos a tendência nos riscos de problemas cardiovasculares.

Nesse período, cem homens (14% dos voluntários) tiveram alguma enfermidade do coração, como ataques cardíacos. Os indivíduos no grupo com os maiores índices de testosterona registraram o dobro do risco de ataques coronarianos do que aqueles que estavam entre os que tinham as taxas mais baixas de hormônio.

O resultado se manteve mesmo levando em conta fatores como colesterol, que aumentam as chances de problemas de coração.