Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

04/02/2019
Hábitos saudáveis na infância são a melhor estratégia de prevenção cardiovascular, afirma pesquisa

kids.jpg

Crédito da imagem: Getty Images

De acordo com uma pesquisa publicada no Journal of The American College of Cardiology, garantir uma infância saudável é a maneira mais eficiente de promover a saúde do coração em longo prazo.

 

O estudo é uma revisão de outros cem levantamentos sobre saúde cardiovascular e o impacto das intervenções realizadas durante a infância.

 

Conforme o cardiologista Valentin Fuster, da Faculdade de Medicina do Hospital Mount Sinai, nos Estados Unidos, que liderou o trabalho, as crianças são o público ideal para introduzir estratégias de prevenção. 

 

Trata-se de um período de plasticidade cerebral única, em que estimular hábitos saudáveis pode gerar comportamentos duradouros e impactos positivos na saúde cardiovascular.

 

Embora a revisão considere somente as doenças ligadas ao coração, o potencial é que a saúde como um todo seja beneficiada. Diversos tipos de câncer, diabetes, hipertensão e outras doenças crônicas podem ser prevenidas ou ter seu rico reduzido a partir de um estilo de vida adequado. 

 

Entre os fatores de risco modificáveis ainda na infância e adolescência, estão a obesidade, alimentação inadequada e sedentarismo.

 

Apesar dos resultados promissores, o estudo destaca que menos de 1% das crianças têm uma alimentação considerada ideal. Além disso, 50% dos adolescentes deveriam se exercitar mais. 

 

No entanto, sempre é tempo de melhorar o estilo de vida: corrigir os hábitos antes da vida adulta faz com que todos os riscos sejam atenuados.

 

Para os autores, a responsabilidade de uma infância saudável vai além dos pais. São necessárias abordagens educacionais que envolvam diferentes esferas da sociedade, com políticas públicas para regulamentação de alimentos e bebidas e projetos que unam famílias, escolas e comunidade.