Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

02/08/2018
Estudo constata que infartos aumentam 25% entre grávidas e puérperas

Freepik.jpg

Crédito da imagem: Freepik

Uma pesquisa publicada no periódico Mayo Clinics Proceedings afirma que o  risco de as mulheres sofrerem um ataque cardíaco durante a gravidez, o parto ou o puerpério aumentou 25% entre 2002 e 2014.

 

Os dados utilizados no estudo foram coletados ao longo de 13 anos e incluem mais de 55 milhões de nascimentos ocorridos em hospitais dos Estados Unidos. Deste total, 4.373 mulheres foram hospitalizadas em decorrência de infarto durante a gestação, o parto ou logo após o nascimento do bebê. 

 

Os pesquisadores acreditam que uma das justificativas para o aumento do número de ataques cardíacos pode ser a idade em que a mulher engravida, já que a tendência atual é esperar mais para ter filhos.

 

Conforme os resultados, gestantes que tinham entre 35 e 39 anos apresentavam cinco vezes mais chances de sofrer um ataque cardíaco do que as de 20, por exemplo. Gestar aos 40 anos de idade, por sua vez, elevou o risco em 10 vezes.

 

Embora sejam necessárias pesquisas adicionais para esclarecer os fatores associados aos riscos, os resultados servem como alerta para que as mulheres, especialmente aquelas com mais de 35 anos, consultem um especialista e realizem exames cardiológicos, preferencialmente, antes de engravidar.