Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

24/06/2018
Estudo busca esclarecer dores no peito em pessoas sem doença cardíaca

dor.jpg

Crédito da imagem: DepositPhotos

Um estudo publicado pela Sociedade Europeia de Cardiologia buscou entender se a dor torácica sem justificativa pode ser considerada inofensiva ou se representa um sinal de alerta para futuros riscos cardíacos.

 

Para tanto, foram revisados 54 trabalhos anteriores envolvendo pacientes com dor no peito e sem doença cardíaca. Juntas, as pesquisas incluíram 35.039 pacientes, que foram acompanhados por cerca de cinco anos. Os participantes tinham em média 56 anos de idade no início do estudo e, embora relatassem dores recorrentes no peito, não apresentavam doença arterial coronariana.

 

Em linhas gerais, os pesquisadores não encontraram associação clara entre dor torácica inexplicável e risco futuro de ataque cardíaco e morte. No entanto, as ocorrências foram significativamente associados a fatores de risco existentes, como hipertensão arterial, colesterol alto e diabetes.

 

Os autores também notaram que os pacientes com algum acúmulo de placa nas artérias, mesmo quando não causava obstruções, tiveram risco maior de ataque cardíaco e morte em comparação com aqueles cujas artérias não apresentavam nenhum estreitamento.

 

Segundo os autores, os resultados sugerem que fatores de risco devem ser considerados um sinal precoce de doença cardíaca em pessoas com dor torácica sem diagnóstico. Excesso de peso, pressão alta, colesterol elevado e qualquer acúmulo de placas nas artérias, por exemplo, devem ser trabalhados e revertidos.

 

A abordagem precoce dos fatores de risco reduz o risco cardiovascular e mostrou melhorar os resultados em longo prazo. Os autores esperam que novas pesquisas sejam realizadas para melhorar a qualidade de vida de quem sente dores no peito e para garantir a segurança destes pacientes.