Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

13/08/2018
Entidade norte-americana alerta sobre uso de celular e tablet entre crianças

TabletsShutterstock.jpg

Crédito da image: Shutterstock

A American Heart Association recomenda que os pais limitem o tempo de uso de dispositivos eletrônicos, como celular, tablet e computador. A entidade sugere, ainda, que os adultos evitem utilizar os aparelhos quando estão com os pequenos porque eles captam os hábitos dos pais.

De acordo com o comunicado, crianças que passam muito tempo em contato com estes eletrônicos apresentam dificuldades para dormir e maior comportamento sedentário, importantes fatores de risco para obesidade que pode, no futuro, provocar doenças cardiovasculares e diabetes.

Conforme a AHA, crianças e adolescentes de 8 a 18 anos passam uma média de mais de sete horas por dia usando celulares, computadores, tablets e videogames, tempo que precisa sofrer um corte drástico. Para a entidade, o limite deve ser de no máximo duas horas por dia. Para crianças menores, de 2 a 5 anos, a recomendação é de uma hora diária.

Diversas pesquisas vinculam o excesso de horas em frente às telas ao sedentarismo em crianças e adolescentes. Embora não existam evidências em longo prazo que conectem essas horas ao maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares, há sinais crescentes de que a obesidade está associada a esse costume. 

Quando os fatores de risco para doenças cardiovasculares estão presentes na infância, a tendência é que continuem na vida adulta.

Especialistas acreditam que os eletrônicos influenciem também o comportamento alimentar, já que as crianças costumam petiscar enquanto usam os dispositivos e, por estarem distraídos, não notem a saciedade. Além disso, pode haver exposição à publicidade de alimentos pouco saudáveis.

Já a luz azul das telas pode dificultar a capacidade de adormecer e a qualidade do sono. A falta de sono também está relacionado ao aumento de peso.

Por estas razões, a entidade alerta os pais para que o tempo de uso seja limitado pelos pais. Se o conteúdo acessado for adequado à idade e sem publicidade de alimentos industrializados, melhor. Da mesma forma, o documento sugere que as refeições sejam feitas sem as distrações eletrônicas.