Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

28/06/2016
Conforme estudo, Brasil tem 30 milhões de obesos

iamgem.png

Crédito da imagem: Shutterstock

Publicado na revista científica The Lancet, o levantamento aponta que um quinto dos brasileiros, o equivalente a 30 milhões de pessoas, é obeso.

O número é maior entre as mulheres: 23% delas, ou 18 milhões, estavam obesas em 2014. Entre os homens, o índice é de 17%, o equivalente a 11,9 milhões.

Os dados colocam o Brasil entre os países mais obesos do mundo. Ocupa a terceira posição entre os homens, atrás apenas da China e dos Estados Unidos, e a quinta entre as mulheres, que tem ainda Rússia e Índia nas primeiras colocações.

A comparação realizada pelo estudo é baseada em números absolutos e todos os países listados estão entre os mais populosos do mundo. Em 1975, o Brasil estava em 10º lugar no ranking de homens obesos e em 9º no de mulheres.

O estudo mostra, também, que o país melhorou em relação a pessoas abaixo do peso. Enquanto em 1975 aparecia em 9º colocação nas duas listas, agora está em 18º entre os homens e 13º entre as mulheres. Ainda assim, cerca de 3% da população adulta brasileira (4 milhões) está abaixo do peso.

São consideradas obesas, de acordo com a pesquisa, pessoas com IMC acima de 30. Coordenado por cientistas do Imperial College London, o estudo comparou o IMC de cerca de 20 milhões de homens e mulheres de 1975 a 2014. Os dados incluem 186 países.

O relatório mostra que há, no mundo, mais adultos categorizados como obesos do que como abaixo do peso. Além disso, afirma que um quinto da população mundial adulta será obesa em 2025 e classifica como “virtualmente zero” as chances de atingir as metas da ONU para frear a obesidade nos próximos dez anos.

O objetivo da Organização Mundial da Saúde, no entanto, é que os índices em 2025 não ultrapassem os de 2010. Segundo Majid Ezzat, principal autor da pesquisa, a obesidade global chegou a um ponto de crise.