Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

23/05/2018
Comer um ovo por dia pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares

ovo.jpg

Crédito da imagem: The Cottage Market

Um novo estudo realizado por pesquisadores da China e do Reino Unido coloca o ovo como um aliado do coração e contesta trabalhos anteriores que consideravam o alimento um vilão por causa do colesterol.

Coordenado por cientistas do Centro de Ciências em Saúde da Universidade Pequim e da Universidade de Oxford, o estudo indica que pessoas que consomem um ovo por dia reduzem de forma significativa os riscos de doenças cardiovasculares em comparação com aquelas que excluem os ovos da dieta. 

Para a análise, foram utilizadas informações de 512.891 adultos com idades entre 30 e 79 anos, de dez regiões diferentes da China, recrutados entre 2004 e 2009. Entre muitas perguntas, os participantes foram questionados sobre a frequência em que consumiam ovos e, depois, foram acompanhados para determinar as taxas de morbidade e mortalidade.

Os pesquisadores identificaram, então, um grupo de 416.213 voluntários que não possuía histórico de câncer, doenças cardiovasculares e diabetes.

Em nove anos, foram registrados 83.977 casos de doenças cardiovasculares, com 9.985 mortes e 5.103 eventos coronarianos. 

No início do estudo, 13,1% dos participantes relataram o consumo diário de ovos, enquanto 9,1% disseram nunca consumir o alimento.

A análise sugere que pessoas que consomem um ovo por dia apresentam probabilidade menor de doenças cardiovasculares. Aqueles que comem ovos têm 26% menos riscos de hemorragias cerebrais, 28% menos chances de morrer por causa do derrame e risco 18% menor de morte por doenças cardiovasculares. Também foi observado risco reduzido de doença arterial coronariana.

Os autores ressaltam que trata-se de um estudo observacional, que não permite estabelecer relações categóricas de causa e efeito. No entanto, o tamanho da amostra demonstra correlação significativa. 

Vale lembrar também que uma dieta saudável não é definida por um só alimento e que é necessário observar as escolhas que acompanham o ovo: bacon, pães ou vegetais, por exemplo, têm impactos diferentes na saúde geral e na saúde do coração.