Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

06/06/2016
Centro de Pesquisa em Cirurgia Cardiovascular é premiado em Congresso de São Paulo

IMG_7386_0.JPG

Certificado de melhor E-Pôster do XXXVII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

A equipe do Centro de Pesquisa em Cirurgia Cardiovascular do Hospital São Francisco comemora o reconhecimento de mais um trabalho científico apresentado em congresso.

Desta vez, o estudo Fibrilação atrial aumenta morbi-mortalidade em 30 dias e um ano pós-TAVI: análise do Registro Brasileiro de TAVI (RIBAC), recebeu o prêmio de melhor E-Pôster do XXXVII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo.

Apresentado pelo Dr. Mauro Pontes, médico cardiologista e coordenador científico do Centro de Pesquisa, o trabalho mostra a relação da ocorrência de fibrilação atrial com a mortalidade em curto e médio prazo de pacientes submetidos ao implante valvular aórtico por meio de cateter.

Para o trabalho, foram analisados os dados de mais de 800 pacientes incluídos no Registro Brasileiro de Implante de Bioprótese Aórtica por Cateter (RIBAC). Criado pela Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista, o registro é alimentado desde 2008 e conta com a colaboração de diversos hospitais em todo o Brasil. Participam médicos cardiologistas intervencionistas, cirurgiões cardiovasculares e cardiologistas clínicos.

Além de Pontes, são autores o coordenador operacional do Centro de Pesquisa, Álvaro Rösler, o coordenador do Registro Geral de Cirurgias, Jonathan Fraportti, a cirurgiã cardiovascular Marcela da Cunha Sales, os médicos Fabio Furini, Alessandra Oliveira e Valter Lima, e Fabio Sandoli De Brito Jr., cardiologista intervencionista do Hospital Albert Einstein.

Os estudos do Centro de Pesquisa em Cirurgia Cardiovascular do HSF são coordenados pelo Dr. Fernando Lucchese, diretor médico do Hospital.

Texto: Mariane Selli - Jornalista