Diminuir letra Aumentar letra
CRÔNICAS MÉDICAS

A vida de médico
Dr. Fernando Lucchese


• O insucesso da cura
• A plena consciência dos limites da profissão
• Zerbini, aos 70 anos: “Ainda não me acostumei a morte de um paciente”
• Kirklin: “Uma única coisa me afeta: o paciente que vai mal”
• A falta de reconhecimento, de ouvir um muito obrigado
• A socialização da medicina feita sem critérios
• O aviltamento social, a distinção entre pobres e ricos
• A transformação da profissão médica em profissão técnica
• A dor de uma criança
• A impossibilidade de acompanhar mais assiduamente as atividades familiares

Os aspectos místicos da vocação médica:
• Não há profissão que faça o homem chegar mais perto do seu criador e, ao mesmo tempo, da miséria humana, sem sofrimentos e angústias
• Um pouco da vocação religiosa: uma vida também austera
• O sentido sobrenatural da atividade médica
• As semelhanças entre consultório e confessionário

Os aspectos sociais da vocação médica:
• Todas as vidas tem igual valor, mas a saúde do século XXI está promovendo a distinção entre as pessoas.

Os aspectos multidisciplinares da formação do médico:
• O médico político
• O médico administrador
• O médico empresário
• O médico escritor – poeta

Veja mais Crônicas médicas: