Diminuir letra Aumentar letra
CRÔNICAS MÉDICAS

A consulta médica
Dr. Fernando Lucchese

 

Os pacientes geralmente procuram o médico ao perceber um novo sintoma ou a intensificação dos antigos. Mas o período em que estão na presença do especialista, em consultas ou exames, é muito curto, sendo impossível ao profissional conseguir testemunhar tudo aquilo que o paciente está sentido.

Por isso, é muito importante que o paciente aproveite aquele curto espaço de tempo da melhor forma possível, relatando sintomas e tudo o que considerar relevante para aquela situação. Nesse sentido, é recomendável montar uma pasta de saúde, com exames e receitas em ordem cronológica. Esse histórico é de grande auxílio em consultas e internações.

Veja, a seguir, algumas dicas sobre como tirar o máximo proveito da consulta médica e, conseqüentemente, garantir um tratamento mais adequado.

Consulte o seu médico, se:

  • Tiver sintoma intenso
  • Apresentar sintoma novo
  • Apresentar sintoma persistente
  • Apresentar sintoma recorrente


Em relação à consulta:

  • Marque-a com antecedência
  • Respeite data e hora marcadas
  • Evite cancelamentos no dia
  • Leve a lista de problemas
  • Leve receitas e exames anteriores relativos aos sintomas presentes
  • Tenha paciência. Os médicos atrasam-se involuntariamente devido à necessidade de atender urgências. Leve um bom livro e não agende outros compromissos
  • Seja conciso e objetivo. Abrevie sua história. Não se perca com fatos irrelevantes e não saia do assunto, mas fale de todos os seus sintomas e medos (mesmo os que você achar inexpressivos)
  • Fale claramente dos seus sintomas: quando começaram, quando ocorrem e a relação dos mesmos com os seus eventos diários
  • Interrompa o médico para perguntar e esclarecer o que não entendeu
  • Participe da decisão médica a respeito de seu caso
  • Pergunte ao médico quais são as suas opções e alternativas
  • Não tenha medo de pedir uma segunda opinião. Porém, escolha outro médico consultor em comum acordo com o seu médico
  • Não distraia o médico com problemas paralelos

 

Em relação aos medicamentos receitados, verifique:

  • Se entendeu a receita e a letra está legível
  • Se o remédio é mesmo necessário
  • Se há outras alternativas
  • Como, quando e por quanto tempo deve tomá-lo
  • Se há efeitos secundários e o que fazer caso surjam
  • Se há algum genérico similar mais barato
  • Quais as interações com os demais remédios que está usando
  • Se há informações escritas disponíveis sobre o remédio

 

Em relação à doença, informe-se:

  • Sobre a gravidade e o prognóstico
  • Sobre os sintomas que ainda podem aparecer
  • Sobre os cuidados que deve ter
  • Se deve fazer repouso, alterar a dieta ou algum hábito diário
  • Se a doença apresenta transmissão genética
  • Se doença é contagiosa e quais os cuidados tomar com os familiares
  • Se há material escrito disponível sobre a doença

Veja mais Crônicas médicas: